Comunicação

Valadas Coriel & Associados “entra” na Madeira

A Valadas Coriel & Associados (“VCA”) acaba de anunciar a expansão da sua atuação à Região Autónoma da Madeira. A Sociedade irá estabelecer-se no Funchal, em parceria com o escritório das advogadas Kelly Silva Nunes e Cristina Gouveia e Freitas, um escritório de referência na região, localizado na Rua da Queimada de Cima, 28, 2.º M.

No ano em que comemora 20 anos de atividade, a VCA passa assim a ter uma representação na Madeira, sob a coordenação da Advogada Sandra Jardim Fernandes, Responsável pelo Departamento de Imigração da Sociedade.

O escritório irá centrar a sua prática, maioritariamente, nos Programas de Imigração – com especial atenção à comunidade de digital nomads, no Regime Fiscal de Residente Não Habitual (“RNH”), na promoção do Centro Internacional de Negócios da Madeira (“CINM”) e no Registo Internacional de Navios da Madeira (“MAR”).

É com enorme satisfação que a VCA vê concretizada esta parceria, com a qual reforça a sua cobertura nacional. O escritório das advogadas Kelly Silva Nunes e Cristina Gouveia e Freitas é um escritório de referência na Região Autónoma da Madeira, com o qual a VCA identificamos por completo, garantindo assim a qualidade do serviço até hoje prestado pela VCA.

Sandra Jardim Fernandes, reconhecida especialista em Direito Imobiliário (particularmente nas áreas de construção civil, operações de financiamento e investimento imobiliário, utilização e gestão de imóveis e operações de investimento turístico), Direito Societário (aquisições, fusões, cisões e transformações societárias, contratos, consórcios e parcerias) e Direito da Imigração, foi uma das Sócias Fundadoras da DCS, uma das primeiras sociedades de advogados portuguesas com sede na Região Autónoma da Madeira. Sandra Jardim Fernandes possui ainda uma experiência assinalável na área da Administração Hoteleira.

Fundada em 2001, a VCA conta atualmente com uma equipa composta por 6 sócios e cerca de duas dezenas de advogados, representada em Lisboa e no Funchal.